08 Setembro 2017

Solenidade do Nascimento da Virgem Maria é celebrada em Jerusalém

Ao lado dos Missionários da África, ou Padres Brancos como são conhecidos, os franciscanos da Custódia da Terra Santa celebraram, na Igreja de Sant’Anna, em Jerusalém, a Solenidade do Nascimento da Virgem Maria.

Liturgias

Loading the player...
Embed Code  

Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Copy the code below and paste it into your blog or website.
<iframe width="640" height="360" src="https://www.cmc-terrasanta.org/embed/solenidade-do-nascimento-da-virgem-maria-e-celebrada-em-jerusalem-13541"></iframe>
Solicite Vídeo de Alta Qualidade
Por favor, envie um email para :
info@cmc-terrasanta.org

Assunto: Pedido de Vídeo de Alta Qualidade

Mensagem:
Arquivo Pessoal / promoção CMC / TV Broadcasting

http://www.cmc-terrasanta.org/pt/video/liturgias-4/solenidade-do-nascimento-da-virgem-maria-e-celebrada-em-jerusalem-13541.html

Nenhuma parte deste vídeo podem ser editadas ou disseminada sem um acordo com antecedência com o Christian Media Center acordarem os termos e condições de publicação e distribuição.
A Igreja em todo o mundo celebra a Solenidade do nascimento da Virgem Maria em 8 de setembro.

Uma das tradições baseadas no Evangelho Apócrifo de São Tiago diz que Nossa Senhora teria nascido nas proximidades do templo de Jerusalém.

Padre Odilo Cugil
Missionários da África (Padres Brancos)
“Essa Tradição foi recolhida pela Igreja, pelos cristãos, quando lhes foi permitido, publicamente professor a fé no século IV com Constantino”.

Em 1192, por conta de um decreto do sultão Saladino, o local se tornou inacessível para os cristãos. Pra rezar aqui, eles precisavam entrar escondidos.

Padre Odilo Cugil
Missionários da África (Padres Brancos)
“Para poder entrar e cristãos deviam passer por esta janela que era uma espécie de buraco com três metros de altura até chegar a cripta. Eles passavam a noite rezando e, de manhãzinha, antes da saída do sol, tinham que desaparecer daqui porque tudo isso era muçulmano”.


Pe. STÉPHANE MILOVITCH, ofm
Responsável Escritório para os Bens Culturais da Custódia da Terra Santa
“Por séculos os freis vem a este lugar pra venerar o local do nascimento da Virgem Maria (…). Eles rezavam a Liturgia escondidos sob o altar da Cripta que podemos ver hoje”.

Depois de um tempo, os franciscanos obtiveram a permissão pra celebrar aqui no dia em que a Igreja celebra a Solenidade do nascimento da Mãe de Deus.

Tradição mantida até hoje! Logo cedo, em procissão, eles chegaram ao local onde, já na época cruzada, foi construída a Igreja dedicada a Sant'Anna, avó de Jesus.

A Missa foi presidida por padre Stephan, franciscano da Custódia da Terra Santa, ao lado de outros freis e dos Padres Brancos que custodiam a Igreja desde 1856.

Os franciscanos seguiram em procissão e incensaram a gruta onde, de acordo com a Tradição, Nossa Senhora nasceu.

A homilia foi conduzida por Padre Teófilo Umba que destacou que que Maria é a Rainha da paz e que também nós, hoje, precisamos ser promotores da paz!

Pe. WANDER DE OLIVEIRA SOUZA, ofm
Missionário Franciscano / Cenacolino
“Maria sempre nos estimula a ouvir, colher no coração e a colocar em prática a Palavra de Deus. Desde a sua origem à sua concepção, ela é marcada por este mistério de Deus que vem ao encontro do ser humano, ao encontro da sua criação! Eu desejo que cada um de vocês possam também na própria vida, celebrar este mistério, acolher a Palavra de Deus discerner, contemplá-la no coração e produzir bons frutos na prática, no cotidiano”